Materiais exclusivos!

Alongamento trapézio passivo

Veja como um alongamento de Trapézio é importante para seu corpo!

Escrito por
Os Pilateiros

Alongamento trapézio passivo

Publicado em
30/11/2021
alongamento-trapezio-passivo

Sobre o Pilates

O método Pilates, criado por Joseph H. Pilates, foi uma das facetas do seu método de condicionamento físico não competitivo, apresentando um modo integrador de reabilitação e desenvolvimento pessoal.

Joseph H. Pilates trabalhou com excelentes atletas e artistas, que eram portadores de problemas musculoesqueléticos e desequilíbrios posturais. Conhecido por seu domínio sobre a biomecânica, ele tornou soluções humanas para os principais problemas físicos do seu tempo, entre eles: escoliose, cifose, anquilose, lordose, estenoses, artrite reumatoide, varizes, gota, constipação intestinal aguda, e distúrbios do sono.

A partir de pequenos aparelhos, como o fila, talas, polias, cadeiras, além de exercícios simples e fáceis de serem realizados pelos sujeitos menos treinados, ele criou um método que revolucionou os conceitos da reabilitação.

Joseph H. Pilates desenvolveu o método matematicamente, baseando-se na teoria dos números indivisíveis chamada Módulo. Com essa nova visão, ele pôde criar exercícios que surpreenderam por sua praticidade e eficiência.

O método Pilates é um modo holístico de reeducação postural, utilizando técnicas específicas com fins terapêuticos e desportivos. Baseado na ideia do diafragma como centro motor, ele visa recuperar o corpo quase totalidade. É uma forma integral de trabalhar todo o corpo, no sentido funcional para manter a musculatura forte, flexível, harmônica e em equilíbrio.

A cadeira ou os apoios móveis são instrumentos essenciais, porque permitem a realização de exercícios perfeitamente executados.

Os princípios da biomecânica estabelecem um bom funcionamento do corpo humano, sendo que todas as lesões decorrem de uma ruptura desse equilíbrio. Sendo assim, nada é mais importante para restaurar ou restaurar esse bom funcionamento motor do que recuperar a ordem natural dos músculos.

Sobre o alongamento trapézio passivo

O alongamento trapézio passivo é uma técnica de relaxamento e alongamento dos músculos, que contribui para a pura função do trapézio (inclinação lateral - com trabalho de adução).

A estrutura de três pernas é composta por duas pernas do lado formando um ângulo reto e uma terceira perna que segue a linha externa. A junção das duas pernas maiores cria o centro desse triângulo. Quando consideramos a função do trapézio, temos a musculatura que estabiliza as duas pernas maiores, e a segunda perna está sujeita a um maior esforço para manter-se paralela às pernas grandes. Portanto, o alongamento da musculatura longarina se torna importante para uma boa postura.

O alongamento pode ser feito em posições relaxadas ou com tensão muscular contraída.

Dessa forma, podemos trabalhar os músculos de acordo com seu grau de contratilidade, ou seja, seus estágios de relaxamento relacionados às funções das vértebras.

O alongamento do trapézio pode ser classificado nos mais diversos graus de intensidade, dependendo da postura assumida. Utilizando-se uma cadeira com encosto e assento adequadamente alinhados para lombar é possível realizar um alongamento ativo do trapézio passivo, posteriormente prosseguindo para um alongamento passivo ou fazendo inversão proprioceptiva.

É importante ressaltar que os alongamentos devem ser executados com uma noção de postura correta, realizando-se estes movimentos lentamente e pausadamente.

A função do Pilates é desenvolver tanto o esqueleto quanto a coluna vertebral, dando suporte à organização neuromuscular e auxiliando na restauração da saúde (emagrecimento/definição muscular), além de prevenir lesões musculares decorrentes de uma vida sedentária.

O alongamento é uma ferramenta fundamental para o bom desempenho do trabalho de Pilates, permitindo um maior relaxamento e adaptação dos músculos.

A musculatura longarina tem poucos centros nervosos relacionados à ela, por isso está sujeita a menor tensão muscular que os outros grupos musculares. Assim sendo, o alongamento permite uma reestruturação dos movimentos no ciclo respiratório, com as respirações profundas entre as repetições. Durante o alongamento, pode-se perceber como é fácil relaxar toda a musculatura do tórax e das costas, além de proporcionar uma sensação de bem-estar.

A reeducação dos músculos pode ser feita através da cadeira para que se obtenham resultados mais evidentes. O corpo estando em posição verticaliza os esforços o que amplia as possibilidades de trabalho, podendo-se utilizar os apoios móveis, exercícios de força e alongamentos.

A musculatura longarina tem origem nos processos vertebrais (C5, C6, C7, T1), sendo constituída por três grupos: transverso esternocleidomastóideo, anteroinferior cervicobraquial e superior braquiátrico. Os músculos longarinos se inserem na carótida, no cercômetro lateral da clavícula para a inserção sobre os ossos do antebraço.

Tanto o músculo verso esternocleidomastóideo quanto o anteroinferior cervicobraquial mantêm a cabeça do úmero no seu eixo, além de estabilizar a coluna. O músculo verso esternocleidomastóideo (posteriormente à inserção), um músculo longarino que tem sua origem nos processos transversais da C5 e C6 vertebrais, se inserem na maioria das vezes juntos; onde se encontram com outro músculo longarina denominado músculo anterior inferior cervicobraquial, que possui sua origem na região dorsal da C7. Esses dois músculos se juntam e formam o trapézio longarino superior.

Quais os benefícios de alongar o trapézio?

O alongamento do trapézio proporciona uma melhor postura e estabilidade da coluna vertebral, o que auxilia na formação correta das vértebras. Esses exercícios são úteis para todos os idades e condições físicas, pois nos levam a recuperar nossa capacidade funcional antiga.

Facilitam o trabalho minucioso de preparação muscular dos músculos longarinas sem distender demais esses componentes do aparelho locomotor, inibindo os movimentos anteriores à flexão e ao alongamento.

Saiba mais também: Pilates e a dor na Cervical, Exercícios para Articulações dos Ombros.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.