Materiais exclusivos!

Contrologia: o que é?

Você sabe o que é Contrologia? Já ouviu esse termo? Sabia que o nome foi substituído, mas o termo ainda é muito conhecido nos dias atuais? Aprenda tudo sobre a Contrologia!

Escrito por
Os Pilateiros

Contrologia: o que é?

Publicado em
7/5/2021
contrologia

Certamente você já ouvir falar em algum momento no termo contrologia se você é da área da saúde.

Esse termo é muito usado na prática do método Pilates, pois é nele que o método se baseia.

Neste post vamos entender um pouco mais sobre o assunto e esclarecer dúvidas para aqueles que ainda não compreenderam a profundidade e benefícios que o método desenvolve.

A história da contrologia

Um homem chamado Joseph Pilates foi um dos primeiros estudiosos a enxergar o corpo humano de forma integral e global, sendo assim, criou o método mundialmente conhecido como “Pilates” ou antigamente chamado “Contrologia” durante a primeira guerra mundial.

O controle da mente sobre o corpo é o principal objetivo do método Pilates e é onde se baseia o termo contrologia. O próprio Joseph Pilates falava que a contrologia era caracterizada pela “arte do controle e equilíbrio entre mente e corpo em sua totalidade”.

Ele confiava que era possível conseguir um corpo uniforme com seu método, utilizando de correções posturais, restauração da vitalidade física, fortalecimento da mente e elevação do espírito.

Esse método é caracterizado como dinâmico, pois tem como objetivo desenvolver a força, o alongamento, a flexibilidade e o equilíbrio.

Uma característica importante do método é que as regiões abdominal, sistema respiratório, região lombar e região pélvica são consideradas partes do centro de força, ou “Power House” um dos princípios mais importantes na execução do método Pilates.

Os exercícios do método são realizados sempre com poucas repetições e o máximo de concentração possível, devido à dificuldade dos exercícios realizados.

Através da Contrologia, Joseph Pilates viu que era possível promover e restaurar a integridade física de seus alunos, com exercícios dinâmicos e lúdicos.

Os seis princípios estabelecidos por Joseph Pilates

O método pilates se baseia em seis princípios que devem ser seguidos minuciosamente para que se conquiste o equilíbrio entre corpo e mente. Os princípios são:

1. Concentração: todos os exercícios devem ser feitos de forma concentrada, pois todos os movimentos se iniciam na mente e depois são executados pelos grupos musculares. Logo, se não houver concentração, os movimentos sairão descoordenados e errados.

Dessa forma, esse princípio é muito importante dentre os outros, pois sem concentração não existe a movimentação adequada para os exercícios de pilates.

Uma frase bastante comum de Joseph Pilates que remete a este princípio é: “É estar presente, concentrado e não distraído. É a mente que esculpe o corpo. ”

2. Precisão: os movimentos devem ser precisos, ou seja, devem ser muito bem executados, sendo de extrema importância que o instrutor de pilates tenha comando verbal adequado para explicar a forma de execução ou então realizar o exercício, antes do aluno executar, para que esses possam visualizá-lo primeiro.

Quando se realiza exercícios sem precisão, há sobrecarga em articulações e musculaturas desnecessárias, podendo haver piora no quadro do aluno.

3. Centralização/Power House: também conhecido como casa de força, é constituído pelos músculos abdominais superficiais e profundos, músculos da respiração, musculatura lombar, glútea e pélvica.

Toda essa musculatura que compõe a casa de força ou Power House, são responsáveis pela sustentação da coluna vertebral e dos órgãos internos, sendo também o local que se encontra o centro de gravidade do corpo humano.

4. Respiração: o foco do método e ter uma inspiração e expiração ativa e prolongadas, pois assim ocorre melhor oxigenação a nível muscular. Para realização dos exercícios é necessário inspirar apicalmente e expirar contraindo os músculos abdominais.

5. Fluidez: os movimentos devem ser fluidos, sequenciados e rítmicos.

Através desse princípio podemos notar compensações musculares, pois quando elas não existem, os movimentos saem puros e rítmicos, ou seja, sem erros na execução.

Quando esse princípio é bem executado, também garante menor sobrecarga articular e muscular.

6. Controle ou Percepção: todo exercício deve ser controlado, ou seja, todas as partes do corpo devem conversar entre si, dessa forma o princípio controle e precisão andam interligados.

Vale lembrar que é melhor poucos exercícios bem executados do que muito realizados de maneira incorreta.

Livro de Joseph Pilates: Return to Life

Em seu livro, Joseph orientava as pessoas a praticar a Contrologia quatro vezes na semana, por três meses no mínimo.

Atualmente orienta-se a realizar o método por no mínimo 2 vezes na semana, sem tempo determinado.

A intenção de Joseph Pilates, ao criar a contrologia, e escrever seu livro era tornar as pessoas mais conscientes de si mesmas.

20 benefícios do método Pilates, que antes era denominado Contrologia

Como já sabemos, muito são os benefícios do método pilates para quem o pratica, sendo os principais deles:

  • Melhora da postura;
  • Melhora da mobilidade articular devido às grandes amplitudes de movimento;
  • Melhora da flexibilidade muscular;
  • Melhora da força muscular;
  • Melhora da função cardiovascular e respiratória;
  • Redução de quadros álgicos;
  • Previne lesões;
  • Melhora condicionamento físico;
  • Melhora coordenação motora e equilíbrio;
  • Melhora a conscientização corporal;
  • Melhora a qualidade de vida, bem-estar, quadros de ansiedade, insônia e estresse.
  • Orientações importantes sobre o método Pilates/ contrologia
  • Esteja atento à postura e respiração de cada aluno, para que os exercícios sejam efetivos;
  • Oriente o aluno durante os exercícios a manter o abdômen contraído com a pelve em posição neutra;
  • Exija boa postura, movimentos lentos e rítmicos;
  • Se notar fadiga ou fibrilação muscular durante determinado exercício, observa se não está havendo compensação, e caso haja, solicite que ele pare o movimento, pois o mais importante é realizar exercícios com qualidade;
  • Priorize exercícios leves e bem feitos para depois progredir para os mais avançados;
  • Esteja preparado para responder os alunos quando eles te perguntarem o porquê de não passar exercícios mais difíceis, com maior carga;
  • Demonstre interesse em sanar as dificuldades do aluno;
  • Realize toques manuais em regiões que precisam ser trabalhadas e conscientizadas como é o caso do CORE.

Conclusão

Como muitos estudos mostram, Joseph Pilates era um homem com pensamento à frente do seu tempo. Ele já falava e demostrava assuntos que só viriam a ser discutidos posteriormente no cenário mundial, pois ele apresentava uma boa visão global do corpo humano associado à mente e ao espírito.

A contrologia, hoje conhecida como método pilates, é uma das atividades mais completas que existem no cenário atual sendo de extrema importância para todos que o praticam, pois como vimos anteriormente, trabalha o corpo de forma generalizada.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.