Materiais exclusivos!

Quais são os exercícios mais realizados em solo?

O Pilates Solo é muito complexo, e, por isso, exige muito conhecimento. Ele se tornou uma das modalidades de exercícios que mais cresce em todo o mundo. E não é por acaso que sua preferência tem sido grande, já que são diversos os benefícios que ele pode proporcionar aos seus praticantes.

Escrito por
Os Pilateiros

Quais são os exercícios mais realizados em solo?

Publicado em
30/9/2020
pilates-solo

Além do tradicional Pilates, há também algumas variações que foram testadas ao longo do tempo e aprovada por especialistas. Uma dessas variações é o Pilates Solo, que utiliza os princípios do Pilates, porém com algumas diferenças. Acompanhe os detalhes a seguir para conhecer esta modalidade.  Pilates no Solo ensinadas pelo mestre Joseph Pilates. Pode e deve ser praticado o ano todo e a melhor parte é que para realizá-los você só precisa de um Mat (tapete) e o seu corpo!

A criação desses exercícios de Pilates Solo (chão) foi anterior à época em que Joseph começou a adaptar macas e cadeiras de rodas para atividades físicas. Isso só ocorreu quando ele se tornou enfermeiro dentro da prisão, em uma época posterior à primeira. Os exercícios de Pilates Solo, portanto, foram as primeiras aparições do método.

Ajuste da postura, melhora da respiração, tonificação dos músculos, mais equilíbrio e coordenação. E esses são só alguns dos benefícios que o Pilates Solo traz para seu corpo. Que o exercício é ótimo você já sabe, mas e o método ideal?

Outros exercícios? Exercícios de Pilates para melhorar performance de atletas

Aprofundando o Pilates solo

Essa modalidade é comum em academias, com grandes turmas, por isso a supervisão de um profissional pode não ser constante o suficiente para garantir que você não faça nenhum movimento errado, prejudicando ainda mais a lesão. Por ser geralmente mais forte, o Pilates Solo pode trazer resultados com mais rapidez que o Pilates com aparelhos, caso estes sejam feitos com intensidade menor, ou seja, com a ajuda das molas.

O Pilates Solo é uma modalidade que oferece mais dificuldade, pois exige uma consciência corporal, força, alongamento e equilíbrio, sendo assim é importante você como instrutor preparar seu aluno para executar movimentos com uma maior complexidade, O Pilates Solo elimina toxinas e alivia tensões. Por movimentar o corpo todo, ele fortalece órgãos internos. Não precisa ser ativo em exercícios físicos. No Pilates Solo você começa do zero.

No Pilates Solo os músculos são trabalhados duplamente, pois são alongados e tonificados ao mesmo tempo. Nessa versão, é trabalhado muito a força abdominal e a estabilidade, além dos exercícios trabalharem todos os grupos musculares. Exige muita concentração do praticante, pois envolve a participação do corpo e mente em todos os movimentos executados.

O Pilates Solo é considerado mais difícil que o Pilates em Equipamentos e por isso, uma evolução do tal. Isso porque a utilização do corpo como carga, aumenta o nível de dificuldade dos exercícios, além de exigir total controle corporal e concentração. A seguir, essas combinações proporcionam diversos benefícios aos praticantes de Pilates Solo, além de criar um corpo longilíneo e saudável.

Quais exercícios devo indicar para problemas na coluna?

Nessa modalidade, o treinamento tem o mesmo princípio do método tradicional. A única diferença é que no Pilates Solo não se usa o aparelho, mas pode ser realizado com a ajuda de acessórios, como bolas, faixas e pesos. Com a técnica, os músculos são trabalhados duplamente, sendo tonificados e alongados ao mesmo tempo.

A primeira vantagem obtida com as sessões e a mais importante delas é o encontro do aluno com o seu próprio “eixo”, ou seja, com seu centro de equilíbrio. “No dia a dia, as pessoas saem muito desse centro, descompensando o corpo. A pessoa começa a se ‘entortar’ e fica pendente para um lado, o que acaba sobrecarregando mais os músculos de um lado do corpo, e a coluna, por si só, entorta”, Daí surgem às pequenas dores, como na lombar, no pé e no joelho. Com a estabilização do corpo do praticante já nas primeiras semanas do treinamento, aparecem os benefícios, que são, além do alívio das dores, melhora no sono, no nível de estresse, na condição respiratória, bem como avanço no aspecto neurológico, quais sejam concentração e equilíbrio.

Uma aula completa de Pilates Solo trabalha todos os grupamentos musculares do corpo, dando muita ênfase no trabalho abdominal de força e estabilidade. As aulas, que duram cerca de uma hora, exigem muita concentração. O aluno adquire um contato maior com ele mesmo, permitindo assim um autoconhecimento e ganho na qualidade de vida.

Benefícios do Pilates solo

Assim como toda e qualquer modalidade derivada do Método Pilates, você vai encontrar inúmeros benefícios para o corpo e principalmente para a mente. Aqui reunimos alguns benefícios encontrados no Pilates Solo.

  • Melhora da Flexibilidade
  • Fortalece a Musculatura de Todo o Corpo
  • Melhora da Mobilidade Articular
  • Trabalha o Alongamento Corporal
  • Melhora a Postura e o Alinhamento Corporal
  • Melhora a Consciência Corporal
  • Alívio de Dores
  • Melhora do Sono
  • Melhora a Respiração Torácica
  • Diminuição do Nível de Estresse
  • Trabalha constantemente o Power House
  • Melhora a Coordenação Motora

Se você ainda não ficou convencido com todas as informações e descrições de benefícios do Método, aqui segue uma lista motivadora para você agendar a sua aula agora mesmo.

O Pilates Solo é uma aula relaxante que não existe desgasto físico.

Além disso, as aulas são muito revigorantes.

Os resultados aparecem rapidamente e são duradouros. O Pilates Solo elimina toxinas e alivia tensões.

Por movimentar o corpo todo, ele fortalece órgãos internos.

Não precisa ser ativo em exercícios físicos, facilita a drenagem linfática.

Exercícios de Pilates Solo

Exercícios para cintura escapular

Os exercícios de Pilates Solo não prezam pela quantidade de repetições, mas sim pela qualidade da execução dos movimentos. Desta forma, a concentração e consistência corporal são fundamentais para a sua realização.

  • Hundred (CENTENA)
  • Roll up (rolar para frente)
  • Roll Over (rolar para trás)
  • One Leg Circle (CÍRCULO COM UMA PERNA)
  • Rolling Back (ROLANDO PARA TRÁS)
  • One Leg Stretch (UMA PERNA ESTICADA)
  • Double Leg Stretch (DUAS PERNAS ESTICADAS)
  • Spine Stretch (ESTIRAMENTO DA COLUNA)
  • Rocker With Open Legs (PEDRA COM PERNAS ABERTAS)
  • CorkScrew (SACA-ROLHAS)
  • Saw (SERRA)
  • Swan Dive (MERGULHO DO CISNE)
  • One Leg Kick (PONTAPÉ)
  • Double Leg Kick (PONTAPÉ DUPLO)
  • Neck PulL (PUXANDO O PESCOÇO)
  • Scissors e bicycle (TESOURA E BICICLETA)
  • Shoulder brigde (ponte com ombro)
  • Spine Twist (TORÇÃO DA COLUNA)
  • JackKnife (CANIVETE)
  • Side Kick (PONTAPÉ DE LADO)
  • Teaser
  • Hip twist (TORÇÃO DO QUADRIL)
  • Swimming (NADANDO)
  • Leg Pulls (puxando a perna)
  • LEG PULL FRONT (frente)
  • LEG PULL BACK (costas)
  • Kneeling Side Kick (chute lateral ajoelhado)
  • Side Bend
  • Boomerang
  • Seal and Crab
  • Rocking

Como você pode ver, o Pilates Solo é uma ótima opção para quem quer praticar uma atividade física cheia de benefícios. Encontrado em todos os Estúdios, o Pilates solo é focado tanto em fortalecimento corporal, quanto reabilitação, foco em emagrecimento. Essa modalidade pode ter todo e qualquer foco, e por isso das suas ótimas vantagens e resultados.

Vantagens sem uso de aparelhos né?

Com o peso do próprio corpo o praticante de Pilates Solo realiza exercícios capazes de fazer com que todos os músculos trabalhem ao mesmo tempo, tonificando-os e alongando-os simultaneamente. Outro ponto relevante do Pilates Solo está na facilidade dos estúdios em atender uma maior quantidade de alunos em uma única aula. Além disso, existe também há a possibilidade de praticá-lo ao ar livre como em parques ou até mesmo em praias, por exemplo.

Dicas para praticar

Para praticar o Pilates Solo, recomenda-se que o aluno utilize roupas leves, flexíveis e confortáveis para não atrapalhar a realização dos movimentos e a absorção da transpiração. Os calçados não são utilizados, no entanto, é possível utilizar meias. O uso de música no ambiente é opcional, e caso haja alguma música é necessário que seja em volume baixo para não atrapalhar a concentração do aluno durante a execução dos exercícios. Caso a aula seja realizada em grupo de alunos, é fundamental que haja espaço suficiente entre cada aluno, para que todos possam realizar os exercícios adequadamente.

Como se pode observar, o Pilates Solo pode ser considerado uma versão simplificada do Pilates, já que não faz uso dos tradicionais aparelhos. No entanto, é possível tirar grande proveito desta modalidade, já que existem diversas opções de exercícios eficientes para todo o corpo.

Para começar a praticar basta querer. Por ser considerada uma evolução do Pilates, muitos acham que não podem começar praticando o Pilates Solo logo de cara. Mas assim como todas as atividades físicas, é possível começar com os exercícios mais fáceis e evoluir com o tempo de prática e dedicação. Outro ponto positivo é que não precisa de muita coisa: apenas um tapetinho!

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.