Materiais exclusivos!

Lesão cerebelar e o Pilates

Entende como os benefícios do Pilates agem na lesão cerebelar, e como a lesão cerebelar funciona.

Escrito por
Os Pilateiros

Lesão cerebelar e o Pilates

Publicado em
28/11/2020
lesao-cerebelar

De antemão quando explicamos a lesão cerebelar, temos que compreender que o SNC (sistema Nervoso central) é um termo Cientifico que designa tanto o cérebro como a medula espinhal, onde o cérebro é a central dos pensamentos, emoções e memórias, sendo o centro que controla muitos processos orgânicos.

As mensagens nervosas informam ao tônus muscular a forma e quando ele vai se movimentar, transmitindo informações que são coletadas pelos próprios sentidos de um ser humano, dessa forma ajuda na coordenação dos órgãos internos.

As principais áreas do cérebro são os gânglios basais, hemisfério cerebral, tronco cerebral e o cerebelo. Sendo que cada um dos mesmos tem uma função especifica. O tronco do cérebro possui vários feixes longos e nervosos que emitem sinais para controlar os músculos e as sensações.

Em sumo, o cerebelo é parte do cérebro que vai corrigir e adequar o equilibro e a postura, no controle do tônus muscular, em meio aos movimentos e aprendizagem motora. É formado pelos hemisférios cerebelares, e o centro, que se chama Vermis em meio ao tronco encefálico.

A origem do cerebelo

O cerebelo pode ser dividido em duas partes, que se chamam substância Branca (Interior) e substância cinzenta (Exterior). Em que a substância cinzenta é dividida em Três camadas, sendo a camada molecular, a camada de células de purkinje e camada granular.

O cerebelo também influencia os membros alfa e gama que são membros inferiores e superiores, por meio do córtex cerebral no córtex cerebelar, e do tronco encefálico. Conheça abaixo os sintomas da lesão cerebelar.

Sintomas da lesão cerebelar

Existem vários sintomas que podem indicar a lesão cerebelar como:

  • Perda dos movimentos oculares no globo ocular;
  • Ataxia cerebelar;
  • Alteração no humor;
  • Tremores;
  • Perda de movimentos rápidos;

Existem ainda diversos sintomas que poderiam ser citados acima, mas por vias esses sintomas são considerados os mais comuns entre tantos. Conheça mais sobre doenças degenerativas da lesão cerebelar abaixo.

A chamada Ataxia de Friedreich consiste em uma doença Neurodegenerativa, autossômica, recessiva e hereditária que se mistura a ataxia dos membros e caminhada. Causando perda de sensibilidade vibratória, disartria e proprioceptiva.

Ela é a mais comum em meio as ataxias hereditárias, onde se enquadra no número de até 22 mil para cada 100 pessoas nascidas vivas, por isso atualmente é possível dizer que já existem muitas pessoas que enfrentam ela, mas você conhece meios de tratar e até mesmo prevenir esses e outros tipos de doenças que se acometem a lesão cerebelar? Uma curiosidade é que ela pode ser prevenida e até mesmo tratada com a ajuda do pilates. Em sumo, a grande maioria das síndromes cerebelares podem ser tratadas com o método.

Usando o pilates como tratamento da lesão cerebelar.

O Pilates ajuda na lesão cerebelar porque trabalha a concentração, a precisão, o controle, e a fluidez dos movimentos que o cerebelo recebe. Ao praticar os exercícios existe uma interação maior nos canais sensoriais e motores, assim a região cerebelar é estimulada de várias formas para tratar a lesão cerebelar.

A lesão cerebelar é tratada com ajuda dos estímulos, por meio dos exercícios, junto com os princípios para agregar fluidez, coordenação, concentração, precisão e controle, em que o cerebelo recebe estímulos, agindo regulando o movimento para que ele se adeque ao tônus muscular ao se movimentar.

Isso porque há uma assimilação maior ao córtex motor em meio aos estímulos que são recebidos e movimentos realizados, e isso melhora a capacidade de um individuo de corrigir e analisar os próprios movimentos, quando ocorre o mínimo de desvio em seus trajetos, e o programa motor central sofre alguma modificação, dessa forma os movimentos melhoram cada vez que são executados, tratando os sintomas da lesão cerebelar.

Escolha de exercícios adequados para tratar sintomas de lesão cerebelar

Precisamos nos atentar que o pilates assim como qualquer outro tratamento não possui uma receita especifica para cada tipo de pessoa, e os exercícios são escolhidos de forma minuciosa de acordo com a necessidade e os sintomas de lesão cerebelar de cada pessoa.

Antes ocorre uma avaliação dos fisioterapeutas que avaliam o lado da lesão, e após essa avaliação cada um dos exercícios vão passar por modificações para se adaptar a necessidade direta do paciente, somando as dificuldades e o tipo de lesao cerebelar de cada um.

Mas assim como todas as outras coisas, o pilates consegue tratar sintomas de lesão cerebelar com o uso de vários exercícios adaptados corretamente, então com a recomendação devida do fisioterapeuta, o pilates tem sim eficácia no tratamento da lesão cerebelar. Além de servir como forma de prevenção, já que a atividade exige muita coordenação motora, consciência corporal, equilíbrio, e proporcionar relaxamento, o que acaba sendo eficaz em várias doenças.

O Pilates é um método eficaz.

O pilates trata dos sintomas da lesão cerebelar porque ele fortalece e estimula todos os músculos que um corpo tem, e usando ele também é possível melhorar até mesmo o nosso equilíbrio e postura, a consciência corporal, a mobilidade e a coordenação motora.

Ele é um grande aliado em sintomas de ataxia, melhorando funcionalmente todos os pacientes que são afetados. Mas ao utilizar o pilates para tratar a lesão cerebelar é preciso fazer reavaliações periódicas, para analisar como o progresso do tratamento esta sendo, e em que pontos precisam haver modificações, ou precisam ser maiores ou menores.

Todas as aulas precisam ser pensadas especificamente e personalizadas de acordo com o paciente e a necessidade dele, e a avaliação do tratamento das doenças que são da lesão cerebelar deve ser precisa, precisando da analise minuciosa do nível que o paciente está.

Lembrando que existem casos de doenças da lesão cerebelar que não possuem cura, então somente é possível realizar tratamentos para aliviar sintomas que o paciente com esse tipo de doença tem, o que já é ótimo, porque os sintomas podem ser muito incômodos na grande maioria das vezes, até mesmo os sintomas leves conseguem incomodar afetando muitas vezes as atividades diárias das pessoas.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.