Materiais exclusivos!

O que preciso saber sobre o curso de Pilates?

O Pilates está cada vez mais difundido pelo Brasil e o número de pessoas procurando por Estúdios de Pilates cresceu exponencialmente. Isso gera uma grande demanda e muitas pessoas buscando uma fatia nesse mercado promissor que dissemina saúde e bem-estar. Mas, o que é necessário para se tornar um instrutor de Pilates? Quais as vantagens e os desafios dessa profissão?

Escrito por

O que preciso saber sobre o curso de Pilates?

Publicado em
11/8/2020
curso-de-pilates

Da mesma forma que exercícios físicos bem executados trazem benefícios para a saúde, treinar sem instrução ou de forma inadequada pode favorecer o aparecimento de lesões, dores e outros danos à saúde. Daí a necessidade de somente praticar Pilates com um profissional habilitado, que tenha experiência e saiba o que está fazendo.

Um das maiores vantagens em fazer o Curso de Pilates são os diversos campos de atuação e a versatilidade que a área permite. O primeiro estabelecimento em que você pode trabalhar como instrutor, uma vez realizando Curso de Pilates, obviamente é um Estúdio de Pilates!

Durante o Curso de Pilates, os alunos recebem todas as orientações de que precisam para abrir um Estúdio próprio e iniciar sua carreira tanto como instrutor como dono do seu Estúdio de Pilates. Imagine-se comprando seus aparelhos de Pilates, decorando o lugar ao seu estilo, recepcionando e criando vínculo com seus clientes, ajudando desde a promoção de saúde até reabilitação.

Como dar aula de Pilates avançado?

O objetivo principal do Pilates é promover a qualidade dos movimentos, e por isso pode ser considerada como terapia. Além da saúde física, o Pilates também é um grande aliado para o equilíbrio mental. Por proporcionar o bem-estar, ajuda na qualidade de vida e promove inúmeros benefícios. Dentre eles:

Combate ao estresse e ansiedade: O estresse e a ansiedade são alguns dos problemas que podem ser tratados com Pilates. E ao fazer o Curso de Pilates prepara o instrutor a utilizar das ferramentas que o método permite e proporcionar maiores benefícios ao praticante. Assim como a yoga, trabalha sequências de exercícios respiratórios em conjunto com a concentração.

Esses movimentos promovem relaxamento e consciência da respiração. Além disso, são liberadas substâncias pelo organismo, como a serotonina, que causa sensação de bem-estar e tranquilidade.

  • Fortalecimento muscular: Os exercícios aplicados durante as aulas são responsáveis pelo fortalecimento dos músculos profundos, que tem como principal função a estabilização do corpo. São eles que garantem bom padrão postural e a estabilidade de tronco. Uma vez trabalhados, os músculos tornam-se mais fortes e eficientes, o que diminui as chances de problemas na região da coluna, por exemplo.
  • Flexibilidade: Ao realizar os exercícios, gradualmente verá que o corpo estará muito mais flexível e apto para qualquer outra atividade. O alongamento dos músculos proporciona flexibilidade, relaxamento e evita futuras lesões. Por isso a importância de sempre estar em movimentação.
  • Concentração: Manter a concentração durante as aulas de Pilates é a chave para o bom desenvolvimento. A pessoa que tiver facilidade em se concentrar, estará mais propensa à evolução dentro da prática. Já aqueles que não conseguem se mante concentrados, o método é uma boa alternativa para melhorar a atenção, inclusive para atividades cotidianas.
Como dar aula de Pilates aéreo?

Fazendo o Curso de Pilates você pode optar por praticar Pilates de duas formas: sem equipamentos ou com equipamentos. Ambos possuem vantagens, pois ajudam no padrão postural e são usados para diversas finalidades, desde manutenção de qualidade de vida, como para tratamento de lesões/ patologias. A principal diferença entre os dois é que no solo é utilizada a força do próprio corpo para a execução dos movimentos, já no segundo o praticante realiza os exercícios propostos com o suporte dos aparelhos. O bacana é que você pode escolher qualquer um dos dois tipos, e ai a escolha dependerá da afinidade com a prática.

Muitos fisioterapeutas e educadores físicos estão optando pela modalidade do Curso de Pilates em seu negócio próprio, levando saúde e bem-estar para as pessoas. E essa oportunidade vem através da formação no Curso de Pilates.

O Curso de Pilates habilita o profissional fisioterapeuta ou educador físico a ministrar turmas de Pilates, fazer acompanhamento de alunos, preparar e conduzir aulas de Pilates e muito mais.

Os profissionais habilitados a fazer o curso de Pilates são os profissionais com formação em Fisioterapia e Educação Física. Ainda não é considerado habilitado de forma regularizada profissionais de outra área.

Duração de cursos de Pilates

A maioria dos Cursos de Pilates, de curta duração tem um total de 240 horas de aprendizado, distribuídas em:

  • 80 horas de aulas teóricas e práticas
  • 10 horas de estágio supervisionado
  • 150 horas de estágio opcional

O Curso de Pilates conta os seguintes assuntos:

  • Histórico e Princípios do método.
  • Avaliação Postural Completa.
  • Princípios da Estabilização Segmentar Vertebral associado ao Pilates
  • Análise Biomecânica dos Movimentos do Pilates.
  • Artigos científicos.
  • Estudo sobre a constante elástica das molas.
  • Cadeias musculares e suas influências nos exercícios.
  • Introdução aos equipamentos de Pilates.

Exercícios no Solo, indicações e contraindicações

E embora existam muitos Estúdios espalhados pelo território nacional, a procura é alta para aulas de pilates, ou ainda areas que ainda não possui tanta demanda. Imagine, você abrindo o primeiro Estúdio de Pilates do seu bairro e sendo responsável por tirar dezenas de pessoas do sedentarismo? E, para tornar isso possível, você precisa ter o Curso de Pilates, muito planejamento, vontade e dedicação.

Um Estúdio está sempre recebendo alunos de diferentes níveis. Alguns já passaram por outros espaços e têm certo conhecimento do método. Outros terão a primeira experiência com o Pilates no seu Estúdio. Para estar bem preparado para trabalhar com Pilates para iniciantes, é importante que você entenda as dúvidas e dificuldades que eles têm.

Na primeira aula em um Estúdio de Pilates, as dúvidas mais comuns que costumam aparecer são: se o Pilates emagrece, se corrigirá a postura e se é só alongamento. Apesar da atual expansão do método no Brasil, que tem tornado a população mais bem-informada sobre as indicações do Pilates, ainda há uma dificuldade em associá-lo aos reais benefícios que traz.

Entre eles estão o fortalecimento da musculatura do corpo, buscando o reequilíbrio e a definição; a associação do movimento consciente, trabalhando a concentração, a coordenação motora, o equilíbrio, a melhora e aumento da capacidade respiratória e a manutenção da postura. Alunos iniciantes, muitas vezes, não os conhecem e apresentam ideias equivocadas, confundindo o Pilates com um método apenas de relaxamento e alongamento. Cabe ao instrutor orientá-lo a esse respeito.

Os principais desafios que um instrutor enfrenta ao trabalhar com Pilates para iniciantes, de acordo com profissionais, são realizar no aluno a conscientização do movimento correto, da respiração profunda e da concentração. À medida que as aulas vão seguindo, o aluno começa a evoluir. Indivíduos saudáveis que não apresentam disfunções ou patologias e fazem sessões de Pilates três vezes por semana podem conseguir passar para o próximo nível em até dois meses.

É claro que muitos alunos optam por aulas uma ou duas vezes por semana. Nesses casos, a progressão de nível é mais lenta. Não é necessário que se crie uma turma específica de Pilates para iniciantes. Isso seria funcional, porém não fundamental, embora seja mais proveitoso para todos se a turma estiver no mesmo nível, o instrutor consegue conciliar atendimentos com indivíduos de graus de conhecimento diferenciados.

A Formação em Curso de Pilates para Profissionais de Educação Física é a mesma que é dada ao Fisioterapeuta, pois o conteúdo do Curso de Pilates não é focado nas especialidades, mas sim na generalidade. Ou seja, você termina o Curso de Pilates entendendo o Pilates como um todo e não as especialidades dentro dele. Se você deseja assuntos mais específicos como “Pilates para Gestante” ou “Pilates Avançado”, você primeiro precisa fazer o Curso de formação de Pilates e depois buscar por cursos de aprimoramento em Pilates.

O Curso de Pilates são cursos de extensão (cursos livres) e por isso nenhuma instituição lamentadora interferem nos cursos, pois não têm autonomia para isso. Ambas apenas atuam em cursos de graduação e pós-graduação. E como você sabe, o Curso de Pilates é um curso livre. Não é uma especialização, como Pós graduação ou graduação.

O Brasil já tem mais de 100 Escolas de Formação em Curso de Pilates atualmente, mas quase 90% têm menos de cinco anos de existência. Procure fazer o curso com uma Escola que já tenha experiência. É preciso considerar que o futuro e dinheiro que estão sendo investidos. Para a escolha, deve ser analisado número de alunos, que não deve ultrapassar 15, formação do professor e anos de mercado da escola.

Estudantes podem fazer Curso de Pilates?

Sim, e o recomendável é que você já tenha passado pelas disciplinas de anatomia, biomecânica, fisiologia e cinesiologia. Enquanto estiver na faculdade, você só pode dar aulas com a supervisão técnica de um profissional da sua área já formado.

O curso ajuda muito quem está fazendo ou estará começando a fazer estágio, pois oferece muitos recursos para trabalhar com os pacientes. Atualmente, apenas 15% dos alunos da faculdade realizam algum Curso de Pilates, portanto, é indicado fortemente que seja feito um Curso de Pilates, pois já terá “deixado para trás” mais de 85% dos recém-formados.

Hoje praticamente só existe Curso de Pilates com Aparelhos, pois dificilmente alguém contrata quem não tem formação em Pilates com aparelhos, o ideal é fazer um Curso de Pilates completo, MAT e Equipamentos.

O Pilates é uma técnica consagrada no Brasil e que por muitos anos continuará crescendo, especialmente nas pequenas cidades. A partir de 2020 teremos uma “recessão” do Pilates, por isso é importante que você tenha seu nome solidificado até lá. Atualmente, menos de 0,5% da população brasileira pratica Pilates, então tem muito espaço para crescer.

Seja qual for a sua escolha, pode-se dizer que o Método Pilates é encantador e prazeroso de se trabalhar! Em resumo, as primeiras coisas necessárias para se pensar e levar em conta a respeito de Curso de Pilates é:

  • Formação: Ser estudante ou formado em fisioterapia ou educação física.
  • Curso de Pilates: Procure um curso de formação completa em Pilates na sua cidade e coloque no papel o que cada um oferece, valores, estágio, conteúdo, etc.
  • Conteúdo: Faça o Curso de Pilates e procure absorver o máximo de conteúdo.
  • Estágio: É interessante para praticar e garantir maior segurança para ministrar aulas

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.