Materiais exclusivos!

O método Pilates é considerado uma especialização?

Será que o método Pilates é considerado uma especialização de fisioterapia? Descubra a resposta!

Escrito por
Os Pilateiros

O método Pilates é considerado uma especialização?

Publicado em
25/3/2021
pilates-e-considerado-uma-especializacao

Se você é profissional formado ou acadêmico dos cursos de fisioterapia e educação física e tem dúvidas sobre o curso de Pilates, esse post te ajudará a entender um pouco mais sobre o curso.

O que é um curso de especialização?

Antes de entender em qual categoria o estudo do método Pilates se enquadra, você deve entender que existem duas formas diferentes de especialização no Brasil.

A especialização nada mais é que um curso de pós-graduação, realizado após a conclusão da graduação. Esse tipo de curso aprimora, atualiza, informa e capacita os profissionais a atuarem em determinada área específica escolhida por ele, logo, a pós-graduação proporciona habilidades técnicas ao profissional que conclui a graduação.

No Brasil existem duas formas de pós-graduação, a latu sensu e a stricto senso.

As formações em lato sensu são os cursos de especialização e MBA (Master Business Administration). Nessa categoria se enquadram os profissionais formados que têm interesse em se aperfeiçoar em algum método ou técnica específicos ou não de sua graduação base. São os cursos ideais para quem busca aperfeiçoamento profissional e ganho de competências especificas na aplicação de técnicas.

O MBA, nada mais é que cursos de pós-graduação voltados para a área de Negócios e Administração.

Já os cursos da categoria Stricto sensu, são: mestrado, o doutorado e o pós-doutorado, mas conhecido como pós-doc. Esses cursos são destinados a quem procura seguir carreira de pesquisador científico ou carreira acadêmica como professor universitário, por exemplo.

Quais profissionais podem fazer o curso de especialização em Pilates?

Atualmente no Brasil, os cursos de Pilates clássico (solo e aparelhos) e suas diferentes variações só podem ser feitos por profissionais da fisioterapia e educação física ou acadêmicos dos respectivos cursos.

É possível realizar o curso durante a graduação e atuar como “estagiário” desde que tenha um profissional formado para supervisionar a atividade.

Para ministrar aulas de Pilates, o profissional deve ter concluído a graduação e o curso, além de estar em dia com o conselho de sua profissão, sendo o CREFITO (Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional) para os fisioterapeutas e o CREF (conselho regional de educação física) para os educadores físicos.

Locais que os instrutores de Pilates podem atuar?

A gama de locais disponíveis para atuação do profissional especializado em Pilates é muito grande. Os instrutores de Pilates podem ministrar aulas de Pilates em estúdios, estúdios associados a academias, escolas, ao ar livre, centros de saúde e outros.

Qual a diferença na atuação do fisioterapeuta e do educador físico com o Pilates?

Inicialmente, Joseph Pilates trabalhava com Pilates definindo seu próprio corpo. Depois tratou e reabilitou soldados feridos e mutilados pela primeira guerra mundial.

Tendo em vista todos esses marcos e passagens pela vida do criador do método, o Pilates pode ser praticado por todos os indivíduos estando ele doente ou saudável.

Na maioria das vezes, o Pilates ministrado por fisioterapeutas, tem fundamentos e condutas voltadas para a reabilitação, e por isso, muitas vezes o seu cliente procura por ter algum problema de saúde.

Já o Pilates ministrado por educadores físicos tem objetivo de condicionamento físico, ou seja, aulas ministradas a pessoas saudáveis que desejam manter ou melhorar seu condicionamento físico.

Dicas para ser um(a) instrutor(a) de Pilates bem-sucedido(a)

Vamos a algumas dicas de como se tornar um instrutor de Pilates reconhecido e bem-sucedido.

  • Faça um bom curso. Procure por aquele que for mais completo e que forneça horas de estágio extracurricular, para que você aprenda mais na prática como ministrar boas aulas a seus alunos;
  • Observe a grade curricular do curso e se o mesmo tem reconhecimento pelo MEC;
  • Mantenha-se sempre atualizado e busque sempre novidades para seus alunos, pois eles adoram ver coisas novas;
  • Faça uma boa avaliação do seu aluno para que ele e você alcancem os objetivos desejados;
  • Seja disposto e criativo, os alunos adoram exercícios novos e desafiadores, amam ver que conseguem realizá-los e com isso conseguem ver sua evolução com o método.
  • Seja pró- ativo e um bom observador, pois os alunos gostam que você preste atenção aos exercícios que ele realiza, e que os corrija quando necessário. Você também deve elogiá-los quando os mesmos executam os exercícios corretamente, isso estimula positivamente o comportamento do aluno frente ao exercício.
  • Faça a evolução dos seus alunos, assim você terá dados concretos para avaliar sua evolução.

O que preciso fazer após concluir meu curso de especialização em Pilates?

Agora que você já conclui a graduação e a pós-graduação em Pilates, é hora de montar seu Studio de Pilates.

Você precisará de alguns equipamentos básicos para o caso de querer atuar com pilates clássico em aparelhos. Para essa modalidade, você precisará de pelo menos um de cada dos quatro aparelhos de Pilates, sendo eles: Cadillac, Reformer, Step Chair e Ladder Barrel. Existe um quinto aparelho que você pode escolher ou não ter o Wall Unit, pois ele se assemelha muito ao Cadillac.

Caso opte por atuar com o método Mat Pilates, você precisará de tatames de borracha, bolas de diferentes tamanhos e formatos (como é o caso da bola feijão e do bosu), faixas elásticas, halteres e outros acessórios.

Dicas de instituições de ensino que fornecem o curso de especialização em Pilates

  • Espaço Vida Pilates + Voll Pilates
  • Pós Estácio
  • Unip Pós-graduação
  • Especialização Voll Pilates
  • Faculdade Inspirar e outras

Vale a pena o investimento feito em uma especialização em Pilates?

Se você ainda tem dúvidas sobre o investimento em um curso de Pilates, deve ter ciência de que esse é um ramo em constante crescimento no Brasil e no mundo. A cada dia que passa, mais pessoas do mundo todo praticam o método, logo, a resposta para a pergunta é SIM, vale muito a pena investir no curso pois com certeza você terá muitos alunos inscritos em suas aulas.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.