Materiais exclusivos!

Pilates Fit

Quem pratica Pilates e acompanha as novidades provavelmente já ouviu falar do Pilates Fit, técnica que trabalha o corpo todo, sem deixar de lado os princípios básicos do Pilates tradicional. O objetivo da modalidade é alcançar um condicionamento físico melhor, além de proporcionar aquele corpo dos sonhos. O conteúdo "Pilates Fit" fala mais sobre a modalidade!

Escrito por

Pilates Fit

Publicado em
12/8/2020
pilates-fit

Trazendo um rápido histórico, o método foi desenvolvido por Joseph Pilates no início da década de 1920, como um auto-tratamento já que o mesmo sofria de asma, raquitismo e febre reumática. Sua vontade de superação o fez buscar em diversas técnicas do oriente e do ocidente uma forma diferenciada de ganhar um corpo forte e saudável. Seus fundamentos constituem: concentração, respiração, precisão, fluidez de movimentos e o centro de força ou simplesmente a ativação do Power house.

Como as aulas são mais dinâmicas e os exercícios bem diversificados, os resultados através da prática constante podem vir mais rápido do que as demais modalidades, se relacionados à questão de emagrecimento. Os benefícios vão, além disso: redução da ansiedade e estresse, melhora na respiração, alívio de dores, aumento de flexibilidade e concentração também são. Quando se vai a um estúdio, o mais comum é encontrar aulas de Pilates tradicional ou terapêutico. Mas qual é a diferença? O Pilates Fit, como já foi descrito, é para quem deseja ter um corpo mais definido, além de um melhor condicionamento físico.

Pilates Fit emagrece em quanto tempo?

Se unirmos Pilates Fit com Pilates Funcional dá certo?

As aulas de Pilates Fit com Pilates Funcional contam com vários tipos de exercícios, que podem ser feitos tanto em aparelhos quanto no solo. A realização dessas posturas é funcional e melhoram a resistência física. Quando utilizados, os acessórios aumentam ainda mais a dificuldade de execução da posição, melhorando a flexibilidade e a própria resistência.

O Pilates Fit e o Pilates Funcional têm muitas similaridades, e juntos podem trazer inúmeros benefícios, que vão desde o emagrecimento, até a recuperação completa dos movimentos para alunos que sofreram com lesões.

Uma pessoa que quer conquistar seus objetivos no Pilates Fit e Pilates Funcional, por exemplo, precisa ter disciplina para frequentar as aulas, a boa alimentação e até mesmo praticar outras atividades físicas conta muito para obtenção de resultados.

Existem alguns fatores que podem influenciar na demora em se conquistar os resultados no Pilates Funcional. Dentre esses fatores, podemos citar alguns aspectos como má alimentação, poucas horas de sono, desidratação e uso de medicamentos. Em cada caso, são criadas barreiras que acabam impedindo os indivíduos de conquistar os benefícios do Pilates Fit.

Não é nada fácil mudar os hábitos e conseguir mantê-los, até porque a vida “não saudável” está presente na maioria das pessoas. Melhorar de vida e possuir uma rotina mais saudável exige muita disciplina e força de vontade, porém, quando essa mudança se torna rotina na vida do ser humano, ela pode garantir muitos benefícios no Pilates Fit e Pilates Funcional.

O Pilates Fit traz uma mistura de Pilates Funcional. A aula é elaborada com exercícios de Pilates no solo e nos aparelhos, exercícios funcionais com a resistência do próprio corpo, com a utilização de acessórios, que aumentam a resistência. Entre os acessórios estão eles: TRX, halteres, caneleiras, corda, bolas de Pilates, medicine ball, prancha de molas, Bosu, pranchas de equilíbrio, entre outros.

Pilates Fit e Pilates Funcional:

  • Indivíduos saudáveis e assintomáticos X Indivíduos com dor ou com restrição de movimentos.
  • Pessoas que objetivam ganho de força e flexibilidade X Pessoas que querem recuperar sua saúde física.
  • Programa de exercícios variados para todo o corpo X Programa especializado para reabilitar lesões.
  • Pode ser realizado até para atletas de alta performance X Pode ser realizado por pessoas sedentárias e sem qualquer preparo físico.
  • A utilização do Pilates Fit e Pilates Funcional é uma tendência em estúdios e academias Brasil afora. Orientado por um bom profissional, traz excelentes resultados.

Se no seu estúdio você costuma receber muitas pessoas com lesões, não precisa se preocupar, porque o Pilates Funcional é excelente nesses casos, porque visa preparar o corpo para realizar os movimentos naturais do dia a dia. Isso significa que, aliado aos benefícios do Pilates Fit, o seu aluno terá muito mais preparo físico para conseguir retomar rapidamente a sua rotina.

Assim, no caso de um aluno com problemas no agachamento, por exemplo, é possível fortalecer as musculaturas necessárias com o Pilates Funcional e restabelecer a propriocepção. É viável realizar movimentos de agachamento personalizados de acordo com as necessidades do aluno.

Antes de pensar em unir Pilates Fit e Pilates Funcional, é fundamental conhecer muito bem os seus alunos e avaliar a condição física, os objetivos e a presença ou não de lesões e patologias. Essa análise minuciosa é extremamente importante para que você possa pensar em exercícios que ajudem a reabilitar essas pessoas e que cumpram os objetivos de cada um, garantindo assim um trabalho de qualidade.

É essencial, contudo, que os exercícios tanto de Pilates Fit quanto de Pilates Funcional tenham algum propósito.

As condições, limitações, recomendações médicas ou indicações de diagnósticos pré-existentes do aluno são levadas em consideração no momento da montagem individual dos programas de treinos Funcionais e Fit, gerando uma sequência de exercícios personalizado e direcionado especificamente à necessidade de cada praticante. Esse levantamento inicial garante maior possibilidade de sucesso na atividade, uma vez que os objetivos e as diretrizes do treino já se tornam bem definidos.

As sessões de Pilates Fit e Pilates Funcional devem ser realizadas, preferencialmente, três vezes por semana para estimular o corpo com uma boa frequência e respeitar o tempo de descanso, com um dia de folga entre as sessões.

A prática do Pilates Fit e Pilates Funcional oferece muitos benefícios à saúde, tais como a regulação da pressão arterial, a diminuição dos riscos de problemas cardíacos, o fortalecimento muscular e a melhoria do condicionamento físico e mental. Além disso, o praticante dessa modalidade também conta com:

  • Aumento da flexibilidade.
  • Redução do estresse e da ansiedade.
  • Aumento da coordenação motora.
  • Estimulação da respiração.
  • Alongamento muscular.
  • Alívio das dores crônicas e das tensões musculares.
  • Perda de peso.

Muitos instrutores não querem unir Pilates Fit e Pilates Funcional porque acreditam que terão que investir em novos equipamentos, que nem sempre combinam exatamente com o seu estúdio, como cones e escadas. Na verdade, é possível realizar muitas atividades aproveitando o que você já tem no estúdio, como as faixas elásticas, o Bosu e a fitball.

O Pilates Funcional vem ganhando milhares de adeptos e atualmente, está sendo considerado como um dos melhores métodos de treinamento para se atingir emagrecimento e aumento de massa muscular. O Pilates funcional consiste na realização de exercícios, em que o treinamento utiliza equipamentos de baixo custo ou simplesmente o próprio corpo, fugindo dos tradicionais treinamentos de força e resistência muscular.

Sendo assim, ao praticar Fit e Pilates Funcional, você pode garantir vários benefícios como o aumento da força, da resistência muscular, da melhora da flexibilidade, da coordenação motora, do condicionamento cardiovascular e principalmente do emagrecimento. Desta forma, o Pilates Funcional aliado ao Pilates Fit é um grande aliado não só da perda de peso, mas também da saúde em geral.

O Cadillac, por exemplo, é um aparelho extremamente versátil e presente na maioria dos estúdios de Pilates que pode ser usado para vários exercícios funcionais, como o agachamento usando a barra torre. Como você pôde notar, unir Pilates Fit e Pilates Funcional pode trazer muitos benefícios aos seus alunos, tornando-os aptos a desempenharem suas atividades rotineiras ou práticas de esportes, sem sofrer lesões e com o corpo mais bem preparado e equilibrado.

Exemplos de exercícios recomendados de Pilates Fit e Pilates Funcional

  • Afundo lateral: Esse é um ótimo movimento para aumentar força muscular. Por ser um exercício multiarticular (aqueles que têm mais de uma articulação envolvida), que fortalece os músculos quadríceps femoral e glúteos. Esse exercício exige bastante equilíbrio e coordenação motora, aciona ainda a musculatura do Core. Inicialmente pode ser feito sem halteres, só com o peso do próprio corpo e pode evoluir com a utilização de pesos e elásticos
  • Prancha isométrica: Esse movimento é essencial para ‘despertar’ o corpo e prepará-lo para o treino. A postura é fundamental para que tudo dê certo. Os cotovelos devem seguir a linha dos ombros e as mãos não devem se cruzar, e sim permanecerem esticadas no solo. O quadril segue a linha do tronco e os glúteos devem permanecer contraídos a fim de evitar sobrecarga na lombar. Permaneça na posição por 30 segundos.
  • Agachamento búlgaro na gymball: Ele promove o ganho de equilíbrio, simetria e força na musculatura da coxa (quadríceps, isquiotibiais e glúteos). Além desses benefícios, esse movimento também melhora a mobilidade e a flexibilidade do quadril.

Exemplo de acessórios que podem ser utilizados nas aulas

  • Bola suíça: Apesar de ser muito associada ao Pilates, sua incorporação ao método ocorreu há cerca de 20 anos. Por ser uma base instável, ela é muito usada em exercícios de equilíbrio, mas pode inclusive servir como peso em alguns exercícios em aparelhos.
  • Faixa elástica: Nos casos de Pilates solo, essas faixas agem como as molas: conferindo resistência aos movimentos dos membros inferiores e superiores.
  • Bosu: É outro aparelho não oriundo do Pilates, mas que foi incorporado para ajudar principalmente no equilíbrio. Tem o formato de meia bola e pode ser usado dos dois lados.

Explique o método adequadamente!

Quanto mais bem informado sobre as técnicas e os motivos dos exercícios o seu aluno estiver, maiores serão as chances de confiança e segurança para realizar as atividades. Além disso, você conseguirá trazer muito mais benefícios para essas pessoas, melhorando a credibilidade no trabalho do profissional, aumentando, assim, a sua taxa de fidelização.

Assim, se você está planejando criar um treino que una as duas técnicas,  Pilates Fit e Pilates Funcional, explique isso ao seu aluno, inclusive os motivos que levaram a essa decisão.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.