Materiais exclusivos!

Pilates na melhora do sono

O sono é uma função biológica fundamental para memória, visão, regulação hormonal, restauração de energia e metabolismo cerebral. Um sono reparador e de qualidade faz toda a diferença para descansar corpo e mente e para viver melhor. Pode-se considerar que passamos um terço de nossas vidas dormindo, descansando e revigorando nosso corpo.

Escrito por

Pilates na melhora do sono

Publicado em
24/8/2020
pilates-para-sono

Se o momento do sono não for revigorante e de qualidade, teremos reflexos diretamente em todo bem o estar do indivíduo, no seu rendimento, na sua saúde física e também mental. Como, por exemplo, alteração no ânimo e motivação, podem gerar quadros de ansiedade, problemas na coordenação motora, prejuízos grandes na atenção e na concentração, modificação nos níveis de humor, causa a sensação de cansaço e fadiga. Dessa forma comprometendo absolutamente a qualidade de vida do indivíduo, afetando sua produtividade no trabalho, vida social e familiar, além de poder desencadear outras doenças ou distúrbios.

A epidemiologia de problemas relacionados a distúrbios do sono afeta entre 15% a 27% da população, com cerca de 70 milhões de pessoas sofrendo algum tipo de distúrbio de sono somente nos Estados Unidos. No Brasil, a estimativa de transtornos de sono na população geral é de aproximadamente dez a vinte milhões de pessoas (Martinez, 1999).

Pilates na melhora do sono. (Foto: Divulgação)

Distúrbios do sono

Distúrbios do sono são perturbações que afetam a capacidade de adormecer, dormir de forma contínua ou permanecer acordado ou ainda comportamentos anômalos durante o sono, como sonambulismo, por exemplo.

Existem mais de 100 distúrbios relacionados ao sono já reconhecidos, a insônia, a mais conhecida e comum, tem inúmeros motivos que podem gera-la, e alguns fatores predisponentes, entre eles, a menopausa, idade avançada, depressão, transtornos psiquiátricos e médicos, tabagismo, ansiedade, problema profissional ou pessoal; altas taxas de estresse, elevada ingestão de cafeína, alimentação com comidas gordurosas antes de ir dormir, irregularidade nos horários de dormir e acordar, entre outros.

Além do mais, a rotina agitada, com desgaste e preocupação excessiva potencializam ainda mais os distúrbios do sono, formando um ciclo vicioso de excesso de estresse, rotina agitada, noites mal dormidas e pessoas mal-humoradas.

Desse modo, os indivíduos que convivem com esses distúrbios do sono perdem seu rendimento de forma drástica, diminuindo a energia, gerando fraqueza, desanimo, e ainda, podem gerar o ganho de peso (suscetível ao acumulo de gordura na região do abdominal, devido a liberação de cortisol, hormônio que mantem os indivíduos em alerta) e ainda causa dificuldades em manter as taxas de açúcar adequadas no sangue.

A ansiedade é um dos sintomas comuns observado em indivíduos com insônia, por exemplo, que pode ter duração de um dia, ou por período prolongado, junto a sintomas como: sensação de opressão por responsabilidades, pensamento em excesso no futuro ou passado, preocupações no ambiente familiar ou de trabalho, tensão, sentimento exagerado de agitação.

Os distúrbios do sono representam ainda um problema clínico com alto impacto de saúde e socioeconômico. No entanto poucos casos são diagnosticados e tratados adequadamente.

Dentre os principais, estão:

  • Insônia: Definida como dificuldade para iniciar ou manter sono profundo durante a noite, dessa forma, acordam sentindo-se cansados. (Littner et al., 2003; Novak, Shapiro, Mendelssohn & Mucsi, 2006)
  • Sonolência excessiva diurna: Pessoas com esse tipo de problema apresentam sono durante o dia, podendo até mesmo adormecer durante o dia, independentemente do ambiente em que se encontram, representa dessa forma na falta de produtividade e desempenho nas tarefas diárias

Uma vez diagnosticado o problema, são necessárias medidas para melhora qualidade do sono, dentre elas, menciona-se: realizar atividade física, evitar alimentos com alto teor de gordura, principalmente à noite, manter-se longe de celulares e aparelhos que emitam luz, manter pouca luminosidade no quarto, programar horário regular para deitar-se na cama, evitar remédios sedativos, fumo e excesso de cafeína.

Como aa atividade física pode auxiliar na melhora da qualidade do sono?

A prática regular de atividade física além dos benefícios para a saúde, atribui para a melhora na qualidade do sono, de acordo com um estudo proposto por Home e Moore o exercício cria uma condição que facilita o início do sono, por processos que ocorrem no hipotálamo.

Devido a capacidade restauradora que o sono promove, o exercício auxilia nesse processo, uma vez que aumenta o gasto calórico e fadiga produzida pela atividade exercida, gerando aumento do gasto calórico e aumentando a necessidade de descanso para o organismo. Restabelecendo assim a homeostase gerada pelo exercício.

É interessante observar ainda que o efeito do sono ocorre independentemente do tempo de treinamento do indivíduo, como observado por Driver (1994) que mesmo indivíduos com pouco tempo de treinamento quanto aqueles treinados por mais tempo apresentam tempo total de sono maior.

Como o Pilates combate a insônia

Nessa perspectiva, o Método Pilates é uma atividade física altamente recomendada, reunindo exercícios variados que são adaptados para todas as pessoas. Podendo ainda ser executados com o auxílio de equipamentos ou realizado no solo, exigindo completo controle do corpo.

O Pilates trabalha a conexão entre corpo e mente, dessa forma abrangendo os variados campos da vida, seja na rotina do indivíduo, no alívio do estresse, no tratamento de patologias, manter qualidade de vida, ou ainda melhorar a qualidade do sono.

É uma prática considerada como treinamento físico e mental. Gera o relaxamento do corpo e da mente, ao trabalhar a respiração, equilíbrio, concentração e fluidez em seus movimentos, fazendo com que o organismo libere endorfinas, garantindo a sensação de bem estar, diminuindo a ansiedade e trazendo efeitos positivos na hora de dormir.

Trabalhando a otimização da respiração em cada exercício, é possível potencializar a capacidade respiratória. Com a respiração otimizada, a expansão da caixa torácica é aumentada e ativação diafragmática é potencializada, gerando estimulo no sistema nervoso parassimpático, que está relacionado com situações que fornecem calma, diminuindo a ansiedade e estresse excessivo, que são vistos como causadores de insônia.

O sistema nervoso parassimpático é responsável pela capacidade de retorno a um estado emocional estável de calma, além disso controla alguns sistemas e ações não conscientes, como a respiração.

Quando ativado observa-se diminuição da frequência cardíaca, pressão arterial, nos níveis de adrenalina e diminuir a quantidade de açúcar no sangue, características essas que nos aquietam e proporcionam leveza, e que podem auxiliar na indução do sono

Sendo assim, o Método Pilates pode ser um excelente aliado no tratamento contra os distúrbios do sono. Além disso, traz outros benefícios para a vida, trabalhando a consciência corporal, fluidez de movimentos, coordenação, equilíbrio e principalmente a respiração, garantindo uma noite de sono tranquila e de qualidade.

O Pilates pode apresentar benefícios através da sua prática, proporcionando um corpo e mente mais equilibrados e saudável. E para aqueles indivíduos que tem distúrbios do sono, o Método Pilates pode ser essencial importância para a melhoria desse problema e seu tratamento, ao ativar e aguçar movimentos e trabalhos do metabolismo corporal que que geram substâncias relaxantes e reações de calmaria posterior para o corpo auxiliam para uma horário do sono com qualidade.

Com a prática regular do Pilates as noites de sono serão de melhor qualidade, gerando maior sensação de bem-estar, disposição e qualidade de vida no decorrer do seu dia. Os exercícios do Pilates possibilitam efeitos tanto na saúde física, quanto mental, promovendo equilíbrio para o organismo.

Em exercícios que exigem da própria anatomia corporal. Melhorando a respiração, gerando calmaria e relaxamento, diminuindo os incômodos e queixas de dor. Reduz quadros de ansiedade e ainda auxilia no gasto calórico, resultando em maior estímulo para o sono.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.