Materiais exclusivos!

Tudo sobre a fisioterapia

Saiba tudo sobre a fisioterapia, como o que ela promove na qualidade de vida das pessoas, e quais os fundamentos da fisioterapia.

Tudo sobre a fisioterapia

fisioterapia

Muitos pacientes com fraturas traumas procuram em algum momento da vida pela fisioterapia, seja para prevenir, reabilitar ou simplesmente manutenção da qualidade de vida. Isso porque a fisioterapia pode ser indicada antes mesmo de algum problema ser instalado.

Com a fisioterapia a recuperação dos pacientes ocorre de forma mais rápida. A fisioterapia é datada desde a Grécia antiga, visto que as pessoas já tinham interesse em terapias com movimentos para tratamento de doenças e distúrbios musculoesqueléticos.

O que é a fisioterapia?

A fisioterapia é a ciência da saúde que estuda, diagnostica, avalia e trata o indivíduo que apresenta alterações no funcionamento dos sistemas do corpo humano.

Na fisioterapia é realizado o tratamento de doenças que são geradas por alterações genéticas, as enfermidades ou traumas que são adquiridos. O intuito dessa área de saúde é manter, preservar, desenvolver ou restaurar a integridade dos órgãos, funções ou sistemas.

Também é possível com ela devolver a capacidade física de uma pessoa, em que o fisioterapeuta pode atuar usando seu conhecimento e outros recursos próprios que fazem parte de um processo terapêutico em si, levando em consideração o aspecto bio, psico, social e espiritual para que a qualidade de vida e o bem estar do paciente melhore.

A fisioterapia fundamenta ações dos mecanismos de terapias que são sistematizados por meio dos estudos com ciências patológicas, biofísicas, fisiológicas, cineticofuncionais e morfológicas, além de outras que existem sendo as ciências biológicas e da saúde.

Para que você entenda melhor, dividimos em tópicos.

O que um fisioterapeuta faz?

O profissional de fisioterapia começa o atendimento fazendo o diagnóstico terapêutico no paciente, e depois ele vai analisar e interpretar os exames e os laudos médicos, para que a visão do estado da saúde do paciente seja mais ampla, e claro que ele identifica também possíveis lesões.

Os profissionais também observam todos os movimentos do paciente, se possui dificuldade motora ou se há queixas de dor, e somente depois desse diagnóstico é que o fisioterapeuta prescreve qual o tratamento é indicado.

O tipo vai ser decidido de acordo com o estágio e a condição que o paciente se encontra, podendo ser os exercícios ativos, passivos, hidroterapia, aplicação de técnicas de terapia manual, utilização de aparelhos, ou mesmo orientações.

As fases iniciais da fisioterapia devem ser realizadas com a presença do fisioterapeuta, que vai acompanhar cada um dos movimentos, e vai orientar ao paciente de todos os exercícios, para identificar o progresso para restabelecer os movimentos.

Outras fases da fisioterapia podem ser os exercícios que os pacientes podem realiar sozinhos, dentro de casa, sendo assim o profissional de fisioterapia vai ensinar os movimentos que precisam ser feitos e vai orientar a força e a frequência que deve ser colocada neles. Outra opção é orientar exercícios orientados por um profissional capacitado, que vai conduzir os exercícios e orientar da melhor forma possível.

O profissional vai reavaliar os pacientes várias vezes para saber se houve a melhora no seu quadro geral de saúde. Assim o tratamento se ajustará mais conforme a necessidade do paciente. No geral, o mesmo vai manter uma ficha com a avaliação corporal com dados pessoais, queixas de dor e histórico de doenças na família.

Diferenças entre fisioterapia e terapia ocupacional

Em sumo a fisioterapia é a ciência da saúde que previne, estuda e trata dos distúrbios cinéticos funcionais e intercorrentes dos órgãos e dos sistemas do corpo humano, que podem ser gerados pelos traumas, doenças ou alterações genéticas.

Já a terapia ocupacional é uma profissão de nível superior que é mais voltada a estudos, tratamento e prevenção para as pessoas que portam alterações seja elas afetivas, perceptivas, cognitivas e psicomotoras, que sejam ou não pelos distúrbios da genética, dos traumas ou doenças que sejam adquiridas.

A intervenção estimula a participação ativa dos pacientes ao longo do processo terapêutico com o intuito de auxiliar os indivíduos na recuperação das suas capacidades funcionais e sociais.

A fisioterapia do trabalho

A profissão do fisioterapeuta no trabalho vem crescendo mais a cada dia, e o crescimento dessa carreira em si pegou carona nesse momento, já que a saúde dos trabalhadores atualmente é algo de muita preocupação, tanto em setores privados, como públicos.

Esse tipo de profissional é o responsável por manter a saúde de todos os trabalhadores em dia, atuando para a prevenção das lesões indesejadas, o desenvolvimento de técnicas físicas e laborais, e a tornar mais rápida a recuperação dos pacientes com problemas devido a atividade profissional.

Esse tipo de profissional é considerado muito valioso atualmente, em especial nas empresas que são de porte grande, por que a fisioterapia ajuda que o tempo que os trabalhadores se distanciem pelos problemas esqueléticos e musculares, diminuam bastante.

Como atuar trabalhando com a fisioterapia?

O mais indicado se o seu desejo é atuar na fisioterapia seria o curso de graduação, que é onde você tem um aprendizado mais completo sobre a fisioterapia, em um passo a passo mais extenso, porém, mais detalhado da fisioterapia, e com ele você aprende a ser um profissional completo.

Existem milhares de cursos bons no mercado, por isso é valido fazer a avaliação na hora de escolher o seu, como a carga horária, dias que você tem disponível para estudar, e tudo que o curso de graduação vai proporcionar a você.

Concluindo

Para que você adquira conhecimento suficiente para atuar na fisioterapia o aconselhável é que você não opte por cursos que tenham pouca duração, e que não sejam cursos, por exemplo que te formam profissionalmente em um fim de semana.

Isso porque sabemos que não há meios de aprendizado suficiente em tão pouco tempo de aprendizado, assim você aprende pela metade, e não adquire conhecimento suficiente, o que não agrega valor nenhum a sua formação profissional.

Vale lembrar que a fisioterapia é algo muito sério e também serve para a prevenção das patologias, traumas, genéticas e etc. A prevenção vai evitar que você precise passar pelo tratamento mais intensivo.

Existem diversos meios entre tratamento e prevenção das doenças que a fisioterapia trata, e o mais valido é que haja um consenso da prevenção para evitar adquirir doenças e patologias.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Fisioterapia e Pilates?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.