Materiais exclusivos!

Tudo sobre articulação do joelho

Conheça tudo sobre a articulação do joelho, e saiba como a articulação do joelho é composta!

Tudo sobre articulação do joelho

articulacao-do-joelho

No método Pilates existem diversos tipos de patologias que podem vir a ser tratadas, e as patologias acontecem, exatamente por causa da rotina do nosso dia a dia, e por causa das diversas mudanças que ocorrem no nosso corpo atualmente.

As diversas praticas das atividades físicas, que não são supervisionadas, são um exemplo das causas, o excesso de peso, ou até mesmo a falta de exercício físico, e com isso as articulações acabam por sofrer ainda mais por nossas ações do dia a dia, e uma delas é a articulação do joelho, e é dele que nós vamos estar falando ao longo do texto.

E se você já possuía dúvidas sobre a articulação do joelho, já que a mesma é essencial para o nosso bem estar, ou ainda, se não tinham, mas agora apresenta dúvidas, vamos explicar como é o nosso joelho e como funcionam os componentes do joelho.

Mas para começar você vai entender a anatomia dele, para só assim entender porque ele é uma articulação tão importante.

Entenda a anatomia do joelho

A anatomia do nosso joelho é muito completa e, podemos dizer que é a anatomia que possui mais diversificações no corpo de um ser humano.

Isso acontece, porque o nosso joelho precisa ser estável, mas também precisa ser flexível para que nós estejamos nos movimentando bem, e isso precisa estar acontecendo de forma totalmente natural, e para entender a articulação do joelho, vamos falar da anatomia dele.

A articulação do joelho é considerada do tipo dobradiça, que é composta por exatamente quatro ossos: a tíbia, a fíbula, a patela e o fêmur.

E a divisão da articulação do joelho pode vir a ser distribuída em outros dois complexos articulares, sendo:

  • Articulação fêmoro patelar: formada pela face patelar do fêmur e pela porção articular da face posterior da patela
  • Articulação tíbio femoral lateral: formada pelo côndilo lateral do fêmur e o côndilo lateral da tíbia, ou platô tibial lateral
  • Articulação tíbio femoral medial: formada pelo côndilo medial do fêmur e o côndilo medial da tíbia, ou platô tibial medial

E essas são as três articulações que também compõem a articulação do joelho, essas articulações também são muito necessárias. E os ossos do nosso joelho se unem por meio das estruturas que vamos mostrar logo abaixo:

Conheça a cápsula articular

A cápsula articular, consiste em uma membrana fibrosa, que é muito reforçada e resistente, por quase a extensão inteira, pelos ligamentos que se aderem nela de forma intima.

A cápsula articular é fixada nos côndilos femorais, e esses côndilos femorais, formam uma espécie de manga que vai revestir tudo e servir como cabide as estruturas que vão se fixar ali, mas vale ressaltar que não são só os côndilos femorais que compõem essa formação, ela também é fixada nos côndilos tibiais.

Conheça o ligamento patelar

O ligamento patelar, consiste em seu ser um feixe bem forte, que é ligamentoso, e ele vem do centro do nosso tendão do músculo quadríceps e se desloca a tuberosidade da tíbia e nas faces posteriores.

E a parte inferior do nosso ligamento patelar é separada pela membrana sinovial, por meio do coxim de gordura infra patelar e na articulação tíbial femoral medial.

Conheça o ligamento poplíteo oblíquo

É um feixe de fibras, localizado na parte posterior do joelho, na região poplítea, sendo continuidade do músculo semi-membranoso .

Conheça o ligamento poplíteo arqueado

O ligamento poplíteo arqueado, sai do côndilo lateral do fêmur, e se une ao processo da estiloide da cabeça da fíbula.

Conheça as estruturas extra capsulares, ou seja, localizadas no lado de fora da cápsula.

No nosso joelho, temos o ligamento colateral fibular e o ligamento colateral tibial, que são considerados extra capsulares.

Abaixo vamos te mostrar um pouco da função deles:

Conheça o ligamento colateral tibial medial

O ligamento colateral tibial consiste em ser um feixe de membranas, que tem formato achatado e largo que vai se prolongando até a parte abaixo da articulação, e inserido nos côndilos femorais e tibiais.

O ligamento colateral tibial é aderido de forma bem intima no menisco medial, e os dois, incluindo o menisco medial, possuem a função de inibir que os côndilos do fêmur e tíbia se afastem, evitando o valgo de joelho

Conheça o ligamento colateral fibular lateral.

O ligamento colateral fibular é como um cordão de fibras, redondo e fortalecido, que é posto no côndilo, mais precisamente na lateral do nosso fêmur, e também em cabeça da fíbula nas faces posteriores.

E o ligamento colateral fibular não é posto em menisco lateral, possui função de evitar o varo de joelho.

Contudo, os ligamentos medial e lateral, são importantíssimos para dar estabilidade na hora da rotação, da articulação do joelho, e os ligamentos medial e lateral buscam impedir movimentações passivas do nosso joelho em suas faces posteriores.

E os ligamentos medial e lateral fazem isso no plano frontal do nosso joelho, sendo vasto medial e lateral.

Conheça as estruturas intra-capsulares.

Eles são os ligamentos cruzados anterior e posterior, e aos ligamentos cruzados anterior e posterior que é dado a estabilidade e o controle na parte de dentro e fora do nosso joelho, os dois se localizam no centro da articulação do joelho, dentro da fossa intercondiliana do fêmur

Os ligamentos cruzados anterior e posterior, tem formato de cruz, quando vistos na parte lateral e frente. É muito relaciona a cápsula articular, mas eles não ficam dentro dela.

Entenda o ligamento cruzado anterior (LCA) e ligamento cruzado posterior (LCP).

O ligamento cruzado anterior, impede a movimentação e deslizamento anterior da tíbia sobre o fêmur, e o ligamento cruzado posterior impede o deslizamento no sentido posterior da articulação do joelho. Em sumo, o ligamento cruzado anterior é de suma importância para articulação do joelho.

O que é o menisco medial e o menisco lateral na articulação do joelho?

Os meniscos são estruturas de extrema importância na articulação do joelho, e consistem em lâminas de fibrocartilagem, e possuem a função de causar aumento na congruência das articulações e distribuem pressões, já que são os coxins da cartilagem.

E o ligamento transverso, possui a função de unir à margem anterior do menisco lateral, a extremidade anterior do menisco medial. Algumas vezes ele é ausente, quanto ao coronário, une a prefere nos meniscos, a cabeça da tíbia.

E o ligamento transverso e o coronário compõem bem esse time, para que a articulação do joelho, funcione corretamente, em sumo o ligamento transverso e coronário é essencial.

Pelo que mais é composta a articulação do joelho?

A articulação do joelho ainda é composta pelos músculos: quadríceps femoral, que é composto pelos músculos: vasto medial, vasto lateral e vasto intermédio e reto femoral. Na porção posterior temos os músculos: semimembranoso, semitendinoso e bíceps femoral. Como músculos acessórios temos: sartório, grácil, poplíteo e gastrocnêmico.

Conclusão

Como pode-se observar, a articulação do joelho é uma articulação muito complexa do ponto de vista biomecânico e articular. E essa articulação tem relação direta com a locomoção, por esse motivo, qualquer desordem que ocorra, é necessário investigar, que evitar quaisquer problemas posteriores.

E vale ressaltar que existem muitas patologias que se dão na articulação do joelho, mas claro que uma boa aula do método pilates pode ajudar e muito a articulação do joelho, e no pilates existem diversos exercícios que possibilitam grande melhora em dores na articulação do joelho, e vale ressaltar que exercícios próprios para articulação do joelho não só ajudam na dor, mas previnem doenças na articulação do joelho.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates para dor?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.