Materiais exclusivos!

Pilates para dores

Muitas pessoas sofrem diariamente com queixa de dores, que podem afetar a coluna, os músculos, as articulações, dores generalizadas, ou até as dores crônicas (quando estão presentes por longo período de tempo). Por isso, nesse artigo traremos o tão importante Pilates para dores

Pilates para dores

pilates-para-dores

Todas essas resultam em um problema e uma grande lamentação de boa parte da população, atrapalha a qualidade de vida, o desempenho no dia a dia e impedindo a funcionalidade completa do corpo.

O Pilates é um método bastante procurado para alterar essas situações, através de princípios como a propriocepção (capacidade de reconhecer a localização espacial do corpo, sua posição e orientação, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais), trabalha a concentração, flexibilidade, coordenação, recuperação de lesões e aumenta a resistência muscular e entre outras. Assim, ele é um método extremamente eficaz no tratamento contra os diversos tipos de dores, tudo analisado de acordo com a individualidade pessoal e com o auxilio devido do profissional, para orientar e trabalhar seus objetivos nos movimentos ideais.

Em relação aos tipos de dor, são mencionados dores musculares, como após alguma atividade física que exige esforço, e a dor pode ser algo recorrente. Nesse caso, por exemplo, a dor muscular pode ocorrer, mas não de forma recorrente, pois pode ser um marcador que o indivíduo está ultrapassando os limites, desgastando e até lesionando o corpo. No Pilates isso é tratado de forma diferente, não é buscado a exaustão muscular, o principal objetivo é fortalecer os músculos profundos, trabalhar a flexibilidade e melhorar a consciência corporal de cada praticante.

As sensações de dores corporais podem ter variadas causas, como, traumas, tensões, desequilíbrios, postura incorreta, fraqueza muscular e problemas nas articulações que sobrecarregam os músculos, órgãos. Sendo que muitas causas de dores podem ser resolvidas e tratadas com o Pilates, que vai interferem diretamente nos problemas que tanto incomodam a rotina, lidando diretamente com sua causa e assim, fortalecendo, alongando e proporcionando liberdade de movimento ao corpo de um modo geral, evitando outras dores e males.

Desse modo, a prática do Pilates é indicada para qualquer pessoa, é uma técnica completa e dinâmica, ela irá prevenir e tratar diversos problemas de saúde, proporcionando o bem-estar do aluno.

A dor pós treino

A dor corporal é um sinal de alerta do organismo, comunicando o corpo, se for no caso crônica, ela gera no organismo alto estresse ou até uma incapacidade, por isso deve-se ter cuidado e ficar em alerta com os sinais. É até certo modo comum após um novo esforço corporal, apresentar dor muscular, porém, dependendo do seu nível pode ser sinal de uma lesão muscular, causada por excesso de esforço, e não o ganho de massa, como alguns imaginam.

O Método Pilates é uma das técnicas mais seguras, pois, não causa impactos e tem poucas repetições de cada exercício, evitando desgaste e monotonia durante a prática. Suas posturas são sempre guiadas pelo profissional, com a exigência de muita atenção, concentração, controle e precisão do movimento, para alcançar o objetivo sem causar problemas. Por isso, devem ser sempre bem executadas e com a orientação do profissional qualificado. O ideal durante a prática de Pilates é sempre respeite o limite da dor e do conforto, entre o prazer da prática e a dificuldade de execução de posições que o seu corpo não está acostumado.

Pilates para tratamento das dores na coluna

Um dos maiores motivos das dores na coluna são decorrentes de problemas na postura e sua recorrente pratica de exercício de forma incorreta, assim causando desconfortos, dores, lesões mais sérias, ou até doenças ostearticulares. Todo o tratamento direcionado para a correção da postura vem associado ao alinhamento da postura e o restabelecimento da amplitude de movimento articular.

A técnica do Pilates é trabalhada de forma progressiva, sempre estimulando a conscientização das ações musculares, trabalhando a estabilização e mobilização da coluna vertebral, estimulando o equilíbrio e propriocepção. Esses movimentos envolvem contrações com foco no power house (músculo reto abdominal, oblíquos, transverso abdominal, quadrado lombar, multífidos, iliopsoas e assoalho pélvico), esses responsáveis pela estabilização estática e dinâmica do corpo e assim, da coluna.

A prática foca muito no desenvolvimento de uma habilidade motora, fundamental para alcançar mudanças no comportamento do aluno em relação aos seus hábitos e a sua saúde, como a sua postura diária. A prática tem exercícios que estimulam a posição neutra da coluna, diminuindo a tensão muscular desnecessária e estabilizando a mesmo, e assim resultando em um processo excelente para a reabilitação da postura e a eliminação de dores na coluna.

O Pilates é excelente para a melhora em dores na coluna, porque trabalha a Contrologia (controle consciente dos movimentos musculares do corpo), fazendo com que o praticante possa assim controlar os músculos corporais, melhorando a postura e mantendo o tronco cada vez mais ereto e menos curvado. Trabalhando também o alongamento total da coluna vertebral, relaxando-a, melhorando as sensações de dor. Fortalece o corpo na sua totalidade, equilibrando, e assim proporcionando uma respiração abdominal ideal, para relaxar a mente o músculo.

Pilates para tratamento das dores musculares e nas articulações

O Pilates com sua técnica de concentração e propriocepção trabalha os mais diversos músculos do corpo. O corpo todo é fortalecido, alongado, equilibrado e assim estimulando os músculos e relaxando os músculos sobrecarregados, e assim aliviando e findando as dores. Progressivamente, o aluno perceberá a melhora do problema e o ganho da qualidade de vida novamente.

O tratamento muscular com o Pilates, corrige e trata vícios posturais, que o aluno muitas vezes nem percebe, além de restabelecer o equilíbrio dos músculos agonistas e antagonistas. Desse modo, tornando-os mais fortes para combaterem as dores musculares.

Sobre as dores nas articulações, ao movimentar os músculos que estão ligados as articulações ocorre a minimização da tensão sobre elas. Como, os quadris, joelhos, ombros, punhos e mãos. A origem mais popular de desconforto nas articulações é o mal alinhamento. E para o seu devido alinhamento é necessário que os músculos que as sustentam estejam sempre bem fortalecidos e equilibrados. Assim, ocorrerá a diminuição da sensação de dor e ainda o uso excepcional de 100% da sua funcionalidade, para você fazer os programas que mais adora.

Em síntese, ao fortalecer os músculos você trabalha a melhora da articulação. Os movimentos do Método Pilates são caracterizados pelo alongamento e o fortalecimento dos músculos opostos simultaneamente. Assim, os músculos que sustentam as articulações, a coluna, os joelhos, os quadris e os ombros estarão todos bem fortalecidos e equilibrados, eliminando as dores.

Pilates para dores crônicas

O Pilates também traz como benefício o alivio de dores crônicas. Seus exercícios ao desafiarem os sistemas sensoriais que trabalham o equilíbrio, propriocepção e controle neuromotor, proporciona efeitos que melhoram as sensações de dores do corpo.

O profissional qualificado irá orientar e indicar sempre o melhor tratamento e o acompanhamento devido com base no objetivo de cada praticante. Respeitando a qualidade da execução do movimento e cuidando sempre da postura. O instrutor sempre vai compreender a dor crônica que vai ser tratada, para assim selecionar com critério os melhores exercícios para cada quadro.

A dor foi justamente a maior motivação do criador do Pilates, o Joseph Pilates. Para tratar esse problema desenvolveu essa técnica com base na Contrologia.

Dentre os benefícios do Pilates estão: melhora do condicionamento físico, maior flexibilidade, estimulação da circulação sanguínea, amplitude muscular, alinhamento da postura, maior coordenação motora e a propriocepção.

Sobre as dores que podem ser tratadas com o Método Pilates estão:

  • Dores lombares;
  • Discopatia Degenerativa;
  • Hérnia de Disco;
  • Dor cervical;
  • Dores na coluna vertebral;
  • Artrite;
  • Dores de cabeça e enxaquecas;
  • Artrite;
  • Reumatismo;
  • Fibromialgia;
  • Distúrbios emocionais, como: depressão e ansiedade;

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates para dor?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.