Materiais exclusivos!

Quais exercícios indicar para osteoporose na coluna?

Osteoporose na coluna (e não só nela) é uma doença metabólica, que acomete os ossos de forma sistêmica e desenvolve-se durante o processo de envelhecimento do corpo. Ao longo da vida, o osso está em constante remodelamento, ou seja, o tecido ósseo “velho” é substituído por tecido ósseo “novo”.

Quais exercícios indicar para osteoporose na coluna?

osteoporose-na-coluna

A Osteoporose na coluna ocorre devido à perda de massa óssea, gerando enfraquecimento dos ossos e aumentando a chance de fratura. Quando os ossos não fazem a remodelação como deveria, ficam mais fracos e menos densos. A diminuição da densidade óssea pode gerar alterações da microarquitetura e da resistência óssea, aumentando sua fragilidade.

Outros cuidados com a coluna: Quais exercícios indicar para coluna?

Os ossos contêm minerais, como cálcio e fósforo, que tornam eles fortes e densos, entretanto com o processo de envelhecimento a quantidade desses minerais no organismo diminuem, principalmente devido a fatores hormonais e nutricionais, o que faz com que os ossos se degradem continuamente.

No entanto, se a pessoa estiver com Osteoporose na coluna, é necessária suplementação com vitamina D e cálcio, aliada a fisioterapia pode trazer resultados de forma mais rápida, pois atua na remineralizarão óssea, além de ajudar no aumento de força muscular e melhorar a qualidade de vida.

Ao longo da vida devemos tomar medidas preventivas para não deixar a doença se instalar. Desde a infância devemos priorizar uma alimentação rica em cálcio, fósforo e vitamina D, praticar exercícios físicos e optar por um estilo de vida saudável, assim, prevenindo o aparecimento da Osteoporose na coluna na fase adulta.

As fraturas geradas em função de um quadro de Osteoporose na coluna são chamadas de fraturas de fragilidade e normalmente ocorrem em função de um pequeno trauma, que em uma situação normal não acarretaria tamanha lesão. Esta condição costuma ser assintomática: muitos pacientes não têm dor ou limitação de movimento, e muitas vezes só descobrem que tem osteoporose em exame de rotina ou quando ocorre uma situação de fratura.

Artigo: Pilates e a dor na cervical

As mulheres tem maior propensão de desenvolver Osteoporose na coluna que os homens, principalmente devido a diminuição na produção do estrogênio e de testosterona após a menopausa. Segundo estimativas, a proporção de Osteoporose na coluna chega a seis mulheres para um homem a partir dos 50 anos.

O crescimento ósseo ocorre até os 21 anos aproximadamente, até os 35 anos têm aumento da sua densidade, a partir de então inicia-se o processo de perda progressiva de massa óssea. É um processo fisiológico e natural do nosso organismo. Os indivíduos que não obtiveram quantidade adequada de densidade óssea podem ter uma perda precoce desse tecido, levando à osteoporose.

Objetivos dos exercícios para Osteoporose na coluna

  • Promover o Equilíbrio.
  • Aumentar a Força Muscular.
  • Melhorar a Coordenação.
  • Diminuir as Dores Provocadas Pela Doença.
  • Melhorar a Postura.

A prática de exercícios físicos, melhora a sensação de bem-estar e ajudar na execução das tarefas e atividades diárias. Além disso, a atividade física é essencial para o fortalecimento dos ossos, pois assegura a entrada de cálcio nos ossos.

Avaliação do aluno com osteoporose na coluna é primordial

Avaliar o aluno é primordial antes de qualquer treinamento e deve-se atentar para fatores de risco como:

  • Menopausa.
  • Envelhecimento.
  • Hereditariedade.
  • Dieta Pobre em Cálcio, fósforo e vitamina D.
  • Uso Excessivo de Cigarro e Álcool.
  • Imobilização Prolongada.
  • Uso de Medicamentos Como Corticoides Por Tempo Prolongado.

A importância dos exercícios para osteoporose na coluna

Os Exercícios devem ser mantidos por tempo Indefinido, pois se cessar o estímulo dos exercícios, os ganhos obtidos são perdidos rapidamente. Os Exercícios com Carga São Mais Eficazes Para Aumentar a Densidade Mineral Óssea (DMO), quando comparado aos Exercícios Aeróbicos.

Quando a Estrutura Interna do Osso Está Comprometida, o Traumatismo De Uma Pequena Queda Ou Mesmo o Peso Normal Do Corpo Pode Causar Fraturas. A Formação Óssea Só Ocorrerá Se o Estímulo Do Exercício Aplicado For Superior Ao Estímulo Habitual De Carga Imposta Para o Indivíduo. Felizmente existem tratamentos para os quadros já instalados e o importante é não deixar a doença progredir.

Problemas graves na coluna: Pilates no tratamento da lombalgia

Os melhores exercícios para quem tem Osteoporose na coluna ou osteopenia são exercícios que ofereçam impacto leve, para absorção do cálcio no osso e que trabalhem força muscular, como musculação, além disso a caminhada, dança e  Pilates, pois são atividades que ajudam a retardar a perda mineral óssea, evitando o risco de fraturas nos ossos.

  • Caminhada: A caminhada ajuda a aumentar a densidade óssea, fazendo com que os ossos fiquem mais fortes. Além disso, este exercício melhora o equilíbrio e a coordenação motora, diminuindo o risco de quedas e, consequentemente, de fraturas. Pessoas com Osteoporose na coluna ou osteopenia devem fazer caminhadas de no mínimo 30 minutos, diariamente.
  • Tai-Chi: Arte marcial leve e suave que promove o equilíbrio, melhora a postura, desenvolve a concentração com orientação espacial. Utiliza o próprio corpo como alavanca para os movimentos, logo, previne as quedas.
  • Hidroginástica: Para graus mais avançados da doença é excelente, pois reduz as dores na execução dos movimentos, possibilitando o trabalho de força dentro da água.
  • Dança: A dança trabalha diretamente sobre os ossos das pernas, quadril e coluna, ajudando a retardar a perda mineral óssea. Além disso, ela melhora a circulação sanguínea e o coração.
  • Subir escadas: Subir escadas é também um ótimo exercício para Osteoporose na coluna, sendo recomendado trocar todos os elevadores pelas escadas, principalmente na descida, porque o impacto é maior e, por isso, há maior estimulação da produção de massa óssea.
  • Musculação: A musculação exerce tensão nos músculos e ossos, ajudando a aumentar a densidade óssea e a fortalecer os ossos e o levantamento de pesos é excelente para favorecer a formação de ossos fortes e sadios. Outros exercícios como a natação, a hidroginástica, o ciclismo, a ioga ou o tai chi chuan, apesar de não aumentarem a densidade óssea, melhoram a função cardiovascular, assim como a concentração, o equilíbrio e a força, ajudando a diminuir o risco de quedas.
  • Pilates: oferece Resistência Corporal, seja ela imposta pelas molas dos aparelhos ou o peso do próprio corpo. Auxiliando no ganho de força muscular, a contração muscular que ocorre no momento do exercício resistido é uma fonte de estímulo mecânico para a formação óssea.

Os exercícios do Pilates para osteoporose na coluna

Indivíduos com osteoporose tendem a apresentar cifose torácica, principalmente devido ao padrão flexor adotado pela maioria deles. Por esse motivo exercícios de extensão de coluna podem ser uma opção para quem tem Osteoporose na coluna.

  • Exercício de respiração profunda, alongamento do peitoral e extensão dorsal: Sentado, posicionar as mãos cruzadas na região nucal. Inspirar profundamente ao mesmo tempo em que leva os cotovelos para trás, abrindo o peito, fazendo uma extensão da coluna torácica.
  • Upper Limb Sitting para Osteoporose na Coluna: Fortalecimento dos membros superiores e trabalho de equilíbrio.
  • Standing Leg Press Para Osteoporose na coluna: Fortalecimento dos membros inferiores e controle lombo pélvico. Orientações: Aluno em pé, manter quadril e joelho flexionados com o pé apoiado na Step Chair. Inspirar e na expiração (com ativação do Power House) realizar a extensão do quadril e joelho. Inspirar e na expiração retornar para a posição inicial.
  • Prancha para Osteoporose na Coluna: Fortalecimento isométrico de abdômen e dos músculos estabilizadores da coluna. Orientações: Em decúbito dorsal, deixar os membros inferiores estendidos e os antebraços apoiados no solo, mantendo os cotovelos alinhados com os ombros. Inspirar e na expiração (ativar o Power House) sustentar o peso do próprio corpo por alguns segundos, mantendo o quadril na posição neutra. Inspirar e na expiração retornar à posição inicial.
  • Treino de equilíbrio para Osteoporose na Coluna: Muito eficaz no controle de quedas, porém deve ser feito com muita cautela e segurança. Orientações: Com muita cautela, podemos solicitar que o aluno fique em pé em cima da prancha de equilíbrio ou do Bosu com as duas mãos apoiadas, e gradativamente ir retirando uma das mãos.

Orientações: Sentado na bola, com os pés apoiados no chão. Deixar a coluna alinhada e o quadril na posição neutra. Inspirar e na expiração (ativar o Power House) realizar flexão dos cotovelos (podemos trabalhar vários grupos musculares, realizando abdução, adução dos ombros, por exemplo).

Cuidados a serem tomados no tratamento da Osteoporose na Coluna

Os alunos devem ser orientados quanto à postura correta para realizar as atividades de vida diária para não ter sobrecarga em locais indevidos. Os tapetes e móveis que atrapalhem a deambulação também devem ser retirados, pois podem aumentar o risco de quedas. O uso de barras de apoio no banheiro e próximo da cama também é aconselhado!

*Antes de praticar qualquer exercício, é importante consultar o médico para avaliar a densidade óssea e adaptar os exercícios ao condicionamento físico e idade do paciente.

Exercícios menos recomendados para Osteoporose na Coluna

osteoporose-na-coluna
Exercícios não indicados para osteoporose na coluna. (Foto: divulgação)

Os exercícios menos recomendados para casos de osteopenia e osteoporose incluem:

  • Exercícios de alto impacto: pois podem levar a fraturas nos ossos;
  • Exercícios de flexão e torção realizados de forma inadequada: Estes exercícios, apesar de menos recomendados, podem ser feitos, de acordo com a gravidade da Osteoporose na coluna e o enfraquecimento dos ossos do indivíduo. Por esta razão, é recomendado consultar sempre o médico antes de praticar qualquer exercício.

O estilo de vida saudável com a prática regular de exercícios e uma dieta rica em cálcio e vitamina D também são importantes para o sucesso do tratamento.

Quer ficar de olho em todas novidades sobre Pilates para coluna?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.